O jornalista morreu durante a madrugada, vítima de um câncer de pâncreas

O jornalismo e o serviço público tiveram uma grande perda nesta quarta-feira (7), com a morte do presidente da Fundação Espaço Cultural, Walter Galvão, aos 64 anos. Sempre admirado por todos à sua volta, Walter Galvão Peixoto de Vasconcelos Filho teve atuação destacada nos jornais Correio da Paraíba, O Norte e A União.

No serviço público, ocupou, entre outros, os cargos de secretário de Educação e da Transparência, em João Pessoa, e de Comunicação, no Município do Conde. Mais recentemente, ele comandava a Funesc. Galvão morreu durante a madrugada, vítima de um câncer de pâncreas.

Neste momento de dor e tristeza, pedimos que Deus em sua infinita bondade acolha e conforte o coração dos familiares, amigos, e de todos os que sofrem com a partida de Walter Galvão.

Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *