Nesta sexta-feira (10), Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, a Prefeitura de João Pessoa realizará o I Encontro dos Serviços de Saúde da Rede Municipal. O evento, que faz parte das ações do Setembro Amarelo, mês de alerta sobre a importância de se falar sobre os riscos e cuidados para se evitar ações suicidas, acontecerá a partir das 8h30, no auditório da Policlínica Jaguaribe.

De acordo com o coordenador de Saúde Mental da Prefeitura de João Pessoa, Vinícius Suares, o evento será realizado com direcionamento para os trabalhadores que atuam na área e as vagas serão limitadas, atendendo as medidas de prevenção e combate à Covid-19. O encontro contará com a presença de profissionais debatendo o tema.

“É de extrema importância a gente poder pensar junto com os trabalhadores da Rede de Saúde de João Pessoa sobre a posvenção e prevenção ao suicídio. Nós estamos no mês de setembro, que nosso calendário marca o maior destaque a essas questões de posvenção e prevenção ao suicídio. É de suma importância que os trabalhadores e trabalhadoras possam pensar de fatos quais são as questões de manejo, da atenção à crise em relação à prevenção ao suicídio”, destacou Vinícius Suares.

De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, somente no ano passado, foram registrados 12.895 suicídios no Brasil, o equivalente a um caso a cada 41 minutos durante o período. O número foi um pouco maior que em 2019, quando foram apontados 12.745 suicídios no ano.

Rede de Atenção – Por meio da Área Técnica em Saúde Mental da SMS, a Prefeitura dispõe de quatro Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), que são instituições destinadas a acolher pessoas com transtornos mentais e persistentes ou que fazem uso abusivo de substâncias psicoativas. Desses, três realizam o atendimento adulto e um é destinado ao público infantojuvenil.

Além dos centros, a Rede de Atenção Psicossocial também é composta por uma Unidade de Acolhimento Infantil (UAI), um Pronto Atendimento em Saúde Mental (PASM), que funciona 24h, três residências terapêuticas, além de leitos em hospitais gerais. Os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) também têm acesso a acompanhamento psicológico e psiquiátrico nas Policlínicas Municipais localizadas nos bairros de Tambaú, Mandacaru, Jaguaribe, Cristo, Mangabeira, além da Policlínica da Pessoa Idosa.

  • Texto: Allan Hebert
    Edição: Felipe Silveira
    Fotografia: Arquivo/SECOM

  • PMJP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *