O governador João Azevêdo disse nesta quarta-feira (15) que pode ir à Justiça contra reabertura do comércio em Campina Grande. O anúncio foi feito após o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, afirmar que fará a reabertura parcial do comércio da cidade na próxima segunda-feira (20).

João admitiu é um equívoco estabelecer a abertura que está sendo feita em Campina Grande neste momento. O gestor lembrou que a Paraíba está em curva ascendente.

Criativo: 728X90 728x90 Data de Veiculação: 13/05/2020 - 30/05/2020 */ var space = space || {}; space.runs = space.runs || []; space.runs.push(function () { space.ad('eyJjciI6NjIyNzEsImNhIjo0MTIzLCJwbCI6NDg2Mzl9').setSize(728, 90).setMacro('').fire(); });

A decisão contraria o decreto estadual de prevenção da disseminação do novo coronavírus. De acordo com o governador, as prefeituras que descumprirem o decreto estadual que estabelece o isolamento social em toda a Paraíba, até o 3 de maio serão acionadas na Justiça.

Em Campina Grande três casos já foram confirmados de acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), porém o próprio secretário de saúde do município, Felipe Reul, reconheceu que o número de casos pode ser maior, devido à subnotificação.

Nacionalmente o Ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), definiu que o Governo Federal não pode derrubar decisões locais de governadores que determinam as medidas de isolamento social. E questão é se essa analogia pode ser utilizada na situação estados x municípios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *