Quem trafega pela rodovia BR-230 percebeu alteração na altura do quilômetro 78, no sentido Campina Grande/João Pessoa, há cerca de 20 dias. Trata-se da construção dos desvios para execução de mais uma etapa do Sistema Adutor das Vertentes Litorâneas da Paraíba Canal Acauã/Araçagi, que cruza a BR naquele trecho. A liberação da segunda via no sentido João Pessoa/Campina Grande ocorrerá nos próximos 15 dias. Os desvios têm aproximadamente um quilômetro, cada, e serão utilizados até o final da obra na área prevista para novembro de 2020.
O projeto das alças tem padrão classe A, similar ao da rodovia federal, com aprovação do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Contou também com a participação da Polícia Rodoviária Federal(PRF), tanto na parte de fluxo de veículos, como de sinalização e modificação do trânsito.

Os desvios foram feitos para execução das obras que interligarão os dois trechos do Canal Acauã/Araçagi. Será construída uma galeria tripla de concreto armado com aproximadamente 100 metros de comprimento e dentro funcionarão três sifões em aço. A obra está sendo realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente (Seirhma), com investimentos federal e estadual no valor total de R$ 1 bilhão e 42 milhões.

O secretário da Seirhma, Deusdete Queiroga, explicou que a obra está sendo devolvida no ritmo normal. “A construção da galeria que atravessa a BR-230 e os desvios vão operar nos dois sentidos e não trará nenhum transtorno à população com relação ao trânsito. Após a intervenção, a BR será reconstruída e voltará a funcionar da mesma forma”, disse.

Segundo ele, esta é uma intervenção importante para dar continuidade às obras do canal que vai trazer inúmeros benefícios à população. Os trabalhos do lote 1 estão em fase de conclusão, com 98 por cento executados. Já o lote 2, que também está em execução, conta com 50 por cento efetuados, com previsão para o término em dezembro de 2020.

O canal Acauã-Araçagi começou a ser construído há oito anos. É a maior obra hídrica do Estado da Paraíba, com 130,44 km, levando água de Araçagi até o rio Camaratuba, cortando vários municípios, o que possibilitará 16 mil hectares de irrigação, contribuindo para o crescimento e o desenvolvimento da região. Serão beneficiados mais de 600 mil habitantes de 38 municípios.

Texto e Fotos – Secom PB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *