Portal de notícias Paladino da Verdade - Notícias do Brasil e do Mundo

Início » Paraíba » TRT inicia mutirão para conciliação trabalhista de 500 processos contra Alpargatas em Campina Grande

TRT inicia mutirão para conciliação trabalhista de 500 processos contra Alpargatas em Campina Grande

Ainda não é possível fazer uma estimativa dos valores que estão em discussão nos processos trabalhistas.

alpargatas divulgacao - TRT inicia mutirão para conciliação trabalhista de 500 processos contra Alpargatas em Campina Grande

Começa nesta segunda-feira (16) até a próxima sexta-feira (20), um mutirão para tentativa de conciliação de cerca de 500 processos trabalhistas da empresa Alpargatas no Fórum Irineu Joffily, em Campina Grande. As audiências serão conduzidas pelo juiz auxiliar da Presidência, Marcello Maia, no período da manhã, e pela juíza Ana Paula Cabral Campos, supervisora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc-JT), à tarde.

Ainda não é possível fazer uma estimativa dos valores que estão em discussão nos processos trabalhistas. Segundo o juiz Marcello Maia, no final dos trabalhos serão divulgados os valores conciliados.

Para viabilizar essa grande ação de conciliação, o presidente do TRT13, desembargador Eduardo Sergio de Almeida, assinou um ato disciplinando os trabalhos no Fórum de Campina Grande. O pedido da reunião de processos para tentativa de acordo partiu da empresa, por meios dos seus advogados.

A maioria dos processos já estava em tramitação em segunda instância (TRT) e no Tribunal Superior de Trabalho (TST), embora todos eles sejam originários das Varas de Trabalho de Campina Grande.

Para os processos originários da 1ª VT, as audiências ocorrerão na segunda-feira (16) e, na terça-feira (17), as ações da 2ª Vara. Os processos da 3ª VT entram na pauta do dia 18 (quarta-feira). No dia 19 (quinta-feira), serão realizadas as audiências dos processos originários das 4ª e 6ª Varas e, no dia 20 (sexta-feira), os processos da 5ª Vara.

O desembargador Eduardo Sergio, ao deferir o pedido formulado pela Alpargatas, observou que “é interesse institucional do TRT13 participar da política pública permanente de incentivo aos métodos consensuais de solução de conflitos e que a conciliação judicial constitui um dos objetivos da Justiça do Trabalho”. Finalizou afirmando que é sempre bom lembrar que as partes podem buscar o entendimento em qualquer fase do processo.