Portal de notícias Paladino da Verdade - Notícias do Brasil e do Mundo

Início » Destaque » Candidata do pstu à Presidência diz que Lula governou para os ricos e não resolveu problemas

Candidata do pstu à Presidência diz que Lula governou para os ricos e não resolveu problemas

convencao pstu vera lucia hertz dias candidatos presidente vice - Candidata do pstu à Presidência diz que Lula governou para os ricos e não resolveu problemasO Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) confirmou a chapa encabeçada por Vera Lúcia e Hertz Dias para a Presidência da República em convenção nacional realizada na sexta-feira (20). Segundo Vera Lúcia, “Lula governou para os ricos, não resolveu os problemas da nossa classe, e agora diz que vai resolver os nossos problemas”. Ela diz que os outros pré-candidatos representam interesses dos bancos, empresários e estão comprometidos com a entrega das riquezas do nosso país ao capital internacional.

O PSTU diz que sua chapa para essas eleições de 2018 é 100% negra, operária e socialista. Cerca de 250 militantes compareceram à sede do Sindicato dos Metroviários de São Paulo para a convenção nacional.

“Nosso programa não é um programa para as eleições, mas para o país, para agora e para depois das eleições. Não temos ilusão de que nossos problemas se resolverão com as eleições, porque sabemos que quem ganha são os grandes partidos financiados pelos grandes bancos e empresas. O que queremos é que a classe trabalhadora controle o Estado, e para isso precisamos de uma revolução”, disse a candidata à Presidência.

Ainda segundo Vera, embora sejam muitos pré-candidatos, “são apenas 2 alternativas em jogo: a candidatura do PSTU e as demais”. Ela opinou sobre alguns deles:

Geraldo Alckmin – “Governa o estado junto com o PSDB há mais de 20 anos, e problemas como o desemprego, a pobreza e a violência estão presentes mais do que nunca.”

Ciro Gomes – “Se coloca como solução e uma alternativa diferente ao que está aí, já ocupou todos os cargos eletivos, só não foi presidente. Ciro é também responsável pelas desgraças que atingem a nossa classe.”

Vera afirmou que a primeira medida se eleita é “revogar todas as medidas que atacam a classe trabalhadora, como a reforma trabalhista”. Defendeu a necessidade de expropriar as 100 maiores empresas, incluindo as multinacionais que controlam a economia do nosso país. “Não resolveremos nossos problemas no marco do capitalismo, o que precisamos é que o povo se rebele, faça uma revolução e tome o poder”, destacou.