O Ministério Público da Paraíba abriu inquérito civil para apurar possíveis atos de improbidade administrativa na Prefeitura de Conde, em 2014, período em que o município era administrado por Tatiana Corrêa.

A ex-prefeita chegou a ser presa em março de 2018 suspeita de lavagem de dinheiro e fraudes praticadas contra o erário municipal. A abertura do inquérito foi determinada pela promotora Cassiana Mendes Sá e publicada na edição dessa quinta-feira (23) do Diário Oficial do Ministério Público da Paraíba.

De acordo com a publicação, os atos de improbidade administrativa a serem investigados são relacionados a enriquecimento ilícito, prejuízo ao erário e/ou violação de princípios da Administração Pública na prefeitura de Conde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *