Portal de notícias Paladino da Verdade - Notícias do Brasil e do Mundo

banner sem rabo preso
Início » Política » Temer pede ao STF para arquivar inquérito que liga Odebrecht ao MDB

Temer pede ao STF para arquivar inquérito que liga Odebrecht ao MDB

As investigações da PF, apontam indícios de que Michel Temer teria recebido R$ 1,4 milhão após pedido de Moreira Franco à Odebrecht, em 2014.

Por meio dos advogados Frederico Barbosa e Brian Alves Prado, Michel Temer pediu nesta terça-feira (11) ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento do inquérito da Odebrecht que investiga o pagamento de R$ 10 milhões da empresa para um grupo do MDB ligado a ele.

De acordo com o blog da jornalista Andréia Sadi, do G1, o relator do inquérito é o ministro Edson Fachin. No documento apresentado pela defesa de Temer, o presidente diz que não há provas de que teria recebido vantagem indevida da empreiteira, como aponta o relatório da Polícia Federal.

As investigações da PF, no entanto, apontam indícios de que Michel Temer teria recebido R$ 1,4 milhão após pedido de Moreira Franco à Odebrecht, em 2014. Além disso, o delegado Tiago Delabaray conclui que o intermediário do dinheiro seria o coronel reformado João Batista Lima Filho. Temer e Lima Filho estabeleceram contato telefônico em 176 ocasiões.

“Ora, será que conversaram 176 vezes sobre a prática de ilícitos? A própria autoridade policial poderia verificar, se ouvisse as degravações, que as conversas eram de dois amigos de longa data”, argumenta a defesa de Temer, segundo “Sadi”.