O Tribunal de Justiça do Rio destituiu hoje do cargo o procurador de Justiça Elio Gitelman Fischberg, por falsificar assinaturas de colegas do Ministério Público, informa o Estadão.

As falsificações foram encontradas em inquéritos envolvendo uma empresa e policiais do Rio.

Fonte: O Antagonista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *