ESPN

Líder do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG tem um problema de bastidor para resolver. O Galo enfrenta um surto de COVID-19, que atingiu jogadores, comissão técnica e dirigentes do clube, e pode ter relação com uma festa organizada dias antes do aumento de casos.

A informação foi publicada inicialmente pela Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte. O portal Uol Esporte também deu mais detalhes da situação.

A confraternização, feita para comemorar o aniversário do gerente Gabriel Andreata, aconteceu em 9 de novembro, em um restaurante na região metropolitana de Belo Horizonte, e contou com a presença de alguns membros da comissão técnica, entre eles Jorge Sampaoli.

Dias depois, Sampaoli e todos os integrantes do estafe atleticano testaram positivo para COVID-19. O clube não comenta o assunto nos bastidores, apenas internamente, mas o caso teria irritado o presidente Sérgio Sette Câmara e também alguns jogadores.

Jorge Sampaoli durante jogo entre Atlético-MG e Corinthians, pelo Brasileirão Getty Images Ainda em meio ao surto do novo coronavírus, o Atlético-MG foi a campo nesta quarta-feira (18) e caiu para o Athletico-PR por 2 a 0, deixando uma invencibilidade de 15 partidas como mandante e perdendo a chance de disparar na liderança do Campeonato Brasileiro.

O Galo volta a campo no domingo, em Fortaleza, para enfrentar o Ceará, provavelmente com até mais desfalques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *