A Secretaria Municipal de Saúde está realizando testes para detecção da Covid-19 em pessoas que tiveram sintomas de síndrome gripal, suspeitas de contágio pelo novo coronavírus, residentes em João Pessoa. A testagem teve início no domingo (27) e, até o final dessa terça-feira (28), foram realizados 778 exames. Desses, 112 testaram positivo, o que implica que, até o momento, 14% das pessoas desenvolveram a doença.

Até o final desta semana, devem ser testados três mil usuários atendidos nas Unidades de Saúde da Família (USFs) ou pela Central de Orientação sobre a Covid-19 (Telemedicina). Os testes estão sendo realizados por equipes da Vigilância Epidemiológica Municipal em usuários que apresentaram os sintomas no período de 17 de março a 17 de abril, com sintomatologia de sete dias da doença.

De acordo com a Diretora de Atenção a Saúde, Tânia Cunha, a testagem é uma estratégia de monitoramento do vírus na cidade. “O nosso objetivo é mensurar o número de indivíduos infectados no município de João Pessoa e a sua distribuição geográfica nos diversos bairros. Além disso, esses dados serão imprescindíveis para o planejamento de ações e tomada de decisões para o controle da pandemia”, explica a gestora.

Painel Covid-19 – Atualmente, João Pessoa tem 442 casos confirmados do novo coronavírus espalhados em 55 bairros. Os bairros com maior número de infectados são Manaíra, com 31 casos, Mangabeira (28 casos) e Cristo (23 casos).

Até o momento, 152 pessoas já estão recuperadas, 29 foram a óbito devido à doença e 154 estão hospitalizadas, com 49 pessoas internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Além disso, 805 casos foram descartados, mas ainda existem 3.069 casos prováveis.

Os números da doença na Capital podem ser acompanhados pelo Painel Covid-19, uma plataforma da Prefeitura de João Pessoa, através do link: https://experience.arcgis.com/experience/d76ba516389d4e83b9a778d266cac5c1/

Os dados são atualizados diariamente e podem ser acessados por qualquer pessoa gratuitamente. Pela plataforma, é possível acompanhar o número de casos de contágio e mortes ocasionadas pela doença. A plataforma fornece ainda um mapa das internações, casos graves, moderados, bairros e casos notificados por faixa etária e sexo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *