Em sessão on line, o Tribunal de Justiça acaba de formar maioria por 11×1, aceitando a denúncia do Ministério Público sobre a contratação de funcionários fantasmas na prefeitura de Bayeux e afastando o corrupto Berg Lima, que já foi condenado em duas instâncias por improbidade.

Em 2017, Berg Lima foi preso em flagrante com dinheiro na cueca e passou quase seis meses preso.

O presidente de Câmara Municipal, Jefferson Kita, irá assumir como prefeito interino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *