O retorno das aulas presenciais, pós isolamento social, tem ganhado destaque nos últimos dias em virtude da volta do funcionamento de algumas atividades econômicas. Se por um lado, o Sindicato das Escolas Particulares de João Pessoa garante que as unidades de ensino estão prontas para receber os estudantes com segurança em setembro, por outro, um protocolo oficial, que foi elaborado pela Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, ainda será discutido na próxima terça-feira (28) no Conselho Estadual de Educação. A decisão, no entanto, caberá ao Governo do Estado, determinar a data de retorno das aulas presenciais.

Segundo o presidente do Sindicato das Escolas Particulares de João Pessoa, Odésio Medeiros, que falou com o ClickPB, as unidades de ensino se prepararam para atender os alunos diante dessa nova realidade, que é a pandemia. “As escolas estão aptas a abrir suas portas com toda segurança e seguindo as orientações da Secretaria de Saúde, da Prefeitura e do Governo do Estado. O que ocorre é que o coronavírus ainda está em ascendência na Paraíba e é temerário começar porque não estamos ainda curados da pandemia”, afirmou.

A abertura das escolas, segundo Medeiros, dependerá da decisão das gestões municipal e estadual. “Segundo vi uma entrevista do prefeito que seria em setembro”, frisou, destacando que nas escolas haverá termômetro na entrada, higienização dos espaços, o uso de máscaras e funcionários e alunos orientados a manter distanciamento social. Nesse período de pandemia, o presidente do Sindicato, revelou que as escolas de menor porte tiveram que demitir funcionários porque não tinham como arcar com os custos, já que muitos pais e responsáveis não tinham como pagar as mensalidades.

Já o presidente do Conselho Estadual de Educação da Paraíba, Carlos Enrique Ruiz Ferreira, em entrevista ao ClickPB, informou que não há confirmação para o retorno das aulas presenciais. “Essas informações não conferem e quem vai definir o retorno das aulas de forma presencial, seja do ponto de vista das instituições privadas quanto da rede pública, é o governador”, afirmou, ao ser questionado sobre informações de escolas querem abrir nos próximos dias.

Ainda de acordo com o presidente do Conselho Estadual de Educação, um protocolo, na área de ensino, ainda será discutido na próxima semana. “O governo do Estado da Paraíba a partir dos critérios técnicos e científicos oriundos das nossas autoridades sanitárias. Nesse momento estamos discutindo um documento de retorno as aulas, que foi elaborado pela secretaria de Educação, vai a discussão na próxima terça-feira no Conselho Estadual de Educação e assim estamos procedendo com esse debate, de maneira bastante democrática, com diálogo necessário para que tenhamos o melhor protocolo de retorno as aulas presenciais”, revelou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *