A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) realizou 1.943 atendimentos em janeiro deste ano. O SAC registrou 1.179 assistências e 64 consultas ao Serasa. Além disso, o número 0800 083 2015 recebeu aproximadamente 700 ligações. A procura no SAC do Procon-JP registrou neste primeiro mês do ano um aumento de 204 atendimentos, em comparação com o mesmo período de 2020.

O secretário Rougger Guerra salienta que os números mostram que a relação entre consumidor e fornecedor de bens e serviços ainda é muito difícil. “Basta compararmos os números de atendimento no SAC em janeiro deste ano com igual período do ano passado e veremos que aumentou sensivelmente, em torno de 20%”.

Ele afirma que o Procon-JP está investindo na descentralização do atendimento ao consumidor com o projeto ‘Procon-JP no seu bairro’ e em programas de prevenção, a exemplo de campanhas educativas para os dois lados da relação, “para tentar evitar o problema antes que ele se instale”.

0800 – O titular do Procon-JP ressalta a importância do 0800 083 2015 para o consumidor, explicando o funcionamento como um atendimento preliminar, onde se pode fazer reclamações, tirar dúvidas e pedir orientações. “A assistência através desse número é muito importante e, muitas vezes, o problema já é resolvido através das orientações e dos encaminhamentos devidos, seja para o próprio Procon-JP ou para outras instituições. Na maioria das vezes, quando o consumidor liga, ele está sem saber o que fazer e o consultor jurídico que o atende o coloca no caminho certo”, explica Rougger Guerra.

Reclamações – Ainda segundo o secretário, as principais reclamações que chegam ao Procon-JP são principalmente em relação aos serviços de telefonia, água, luz e bancos e se referem à má prestação do serviço, à cobrança indevida nas faturas, além de multas altas quando da desistência ou cancelamento dos contratos. Ele enfatiza que muitos desses problemas são resolvidos imediatamente quando a empresa tem linha direta com o Procon-JP. “Nesse tipo de intermediação, a resolução do problema chega a 95% dos casos”.

Os serviços de telefonia, água, luz e bancos lideram a relação das 10 empresas mais reclamadas em janeiro deste ano que, juntas, somam mais de 31% do total de atendimentos no Procon-JP. A empresa de telefonia Oi lidera o ranking com 6,96%. Pela ordem crescente, as outras empresas mais reclamadas são Serasa Experian (6,61%); Cagepa (4,75%); Energisa (3,65%); Magazine Luiza (2,97%); Tim (2,04%); Claro (1,93%); Caixa Econômica Federal (1,93%); Vivo (1,6%); Bradescard (1,19%).

Atendimentos do Procon-JP

Sede: Avenida Pedro I, 473, Tambiá

Telefones para orientação e dúvidas: 0800 083 2015

Instagram: @proconjp

Email: procon@joãopessoa.pb.gov.br

  • Texto: Evanice Gomes
    Edição: Thadeu Rodrigues
    Fotografia: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.